FacebookInstagramYoutube

Formação de Professores

O desenvolvimento de ações específicas para professores(as) é um dos princípios norteadores das ações desenvolvidas pela equipe de educadores(as) do MAE.

Desde a década de 1980 é realizado esse trabalho, estreitando as relações entre o Museu e as escolas. As atividades são gratuitas, com oferecimento de declaração de participação. Após o curso, o material didático pode ser emprestado por 15 dias.

Mais informações: (11) 3091-4905 ou educativo.mae@usp.br  (Cida Andrade ou Roberto Nicácio).

Confira os diferentes tipos de formações oferecidas:

  • Ação educativa no MAE/USP, teoria e prática: Nesta formação é apresentada a ação educativa desenvolvida pelo MAE. São abordados as metodologias empregadas, as teorias que embasam o trabalho, assim como os principais conceitos que norteiam a prática educativa. São discutidos todos os programas educativos em andamento e na ocasião é visitada as exposições em cartaz do Museu. Ótima oportunidade para professores(as) se preparem para trazerem seus(as) alunos(as) ao MAE.
  • Maquetes táteis de Arqueologia Brasileira: Nesta formação são apresentadas e utilizadas as maquetes táteis de arqueologia brasileira. O material é composto por quatro kits educativos formados por maquetes táteis, objetos arqueológicos e uma publicação que busca aproximar educadores(as) e demais interessados(as) com diferentes temáticas da arqueologia brasileira. Nos últimos anos, as pesquisas realizadas por arqueólogos do MAE-USP nos estados do Amazonas, São Paulo e Minas Gerais têm trazido subsídios para a compreensão do modo de vida de diversas populações do passado e suas relações com as comunidades do presente. Após a formação, professores(as) podem retirar emprestado o material por 15 dias, desenvolvendo atividades em suas instituições.
  • Kit educativo de arqueologia e etnologia: Esse material pretende oferecer recursos para atividades com temas da arqueologia e da etnologia em sala de aula.  O Kit propõe desafios que envolvem o olhar, o observar, o manusear, o sentir, o relacionar, o questionar, o investigar e o comparar, além de desenvolver atitudes que permitem perceber-se sujeito na produção cultural que nos cerca. O material é composto por objetos arqueológicos de diferentes partes do país e objetos etnográficos de diferentes grupos, contribuindo com a discussão sobre a diversidade cultural ao longo do tempo e do espaço. Após a formação,  professores(as) podem retirar emprestado o material por 15 dias, desenvolvendo atividades em suas instituições.
  • Kit educativo de arqueologia do mediterrâneo: Esse material composto por réplicas de objetos arqueológicos do mundo grego antigo, possibilita o contato com a antiguidade e a aproximação com o cotidiano das cidades gregas. O kit é possui objetos, textos de apoio e um documentário. O trabalho é realizado em parceria com o Laboratório de Estudos sobre a Cidade Antiga (LABECA) do MAE.
  • Kit de objetos infantis indígenas: Esse material propicia o conhecimento de alguns aspectos referentes à socialização das crianças indígenas, por intermédio de desafios que envolvem várias habilidades: manuseio, observação, questionamento, investigação, comparação e reflexão que caracterizam a diversidade cultural dos povos indígenas. Após a formação,  professores(as) podem retirar emprestado o material por 15 dias, desenvolvendo atividades em suas instituições.